logo

Institucional

Nosso Canal do YouTube!Nossas fotos no Flickr

47 ORGANIZAÇÕES INTEGRANTES DO SOS NL

Associações de bairros e condomínios

  1. ALPHAVILLE  - LAGOA DOS INGLESES
  2. ARVOREDO
  3. BELA VISTA
  4. BOSQUE DO JAMBREIRO
  5. BOSQUE DA RIBEIRA
  6. CABECEIRAS
  7. CHÁCARA DOS CRISTAIS
  8. CHÁCARA BOM RETIRO
  9. IPÊ
  10. IPÊ DA SERRA
  11. JARDIM DAS AMÉRICAS – BNH
  12. JARDINS DE PETRÓPOLIS
  13. JARDIM SERRANO
  14. JOSÉ DE ALMEIDA
  15. LE COTTAGE
  16. MORRO DO CHAPÉU
  17. OURO VELHO
  18. PASÁRGADA
  19. QUINTAS DO SOL
  20. RESIDENCIAL SUL
  21. RETIRO - OLARIA
  22. VALE DAS ARARAS
  23. VALE DOS CRISTAIS - NASCENTES
  24. VALE DO SERENO
  25. VALE DO SOL
  26. VEREDAS DAS GERAIS
  27. VILLAGE TERRASSE
  28. VILLE DE MONTAIGNE

Entidades e Ongs

  1. ACH
  2. AMAVISE - Ass. dos Moradores e Amigos dos bairros Vila da Serra, Vale do Sereno e Adjacências
  3. AMDA
  4. AMA/NL
  5. ARCA AMA SERRA
  6. ASCAP
  7. CASA CIDADANIA & DIVERSIDADE
  8. CONSELHO REGIONAL DE ADMINISTRAÇÃO/NL
  9. ECOJAMBREIRO
  10. FRENTE DO VETOR SUL
  11. IAB/MG
  12. MNLM
  13. OAB NL (CMA/NL)
  14. POLEN - COLÉGIO RUDOLF STEINER - MG
  15. PRANA/NL
  16. PRIMO - PRIMATAS DA MONTANHA
  17. PROMUTUCA
  18. SINDICATO DOS SERVIDORES MUNICIPAIS DE NOVA LIMA
  19. SUBCOMITÊ DE BACIA HIDROGRÁFICA (Cardoso Cristais - Macacos- Rio do Peixe)

facebook


Vistas do Vale

Acompanhe o andamento da  ação civil pública pelo TJMG

Eventos Realizados

DIA DO MEIO AMBIENTE - 05/06/2016

CAMINHADA E ABRAÇO NO VALE DO MUTUCA - 18/05/2014

3 ANOS DE LUTAS E CONQUISTAS- 08/12/2013

SEMINÁRIO - MILTON CAMPOS - 10/09/2013

Audiência Vale dos Cristais - 04/10/2012

DEBATE ELEIÇÃO/NOVA LIMA - 19/09/2012

CARREATA - 05/11/2011

SEMINÁRIO - 30/04/2011

AUDIÊNCIA PÚBLICA  "VISTAS DO VALE" -  22/02/2011

PASSEATA - 08/12/2010
Dia Mundial do Meio Ambiente - Caminhada e Pedalada
Qua, 22 de Junho de 2016 15:32

No último domingo conseguimos realizar, com muito sucesso, o “Abraço comemorativo ao Dia Mundial do Meio Ambiente” e que tinha por objetivo fazer uma demonstração da ansiedade da sociedade para a busca da preservação da conexão da Mata do Jambreiro com o Corredor Ecológico natural da Mutuca e Vale dos Cristais, bem como para exigir que os empreendimentos sejam sustentáveis, ambiental e socialmente.

CLIQUE AQUI PARA MAIS IMAGENS

Apesar de ter sido programado com poucos dias de antecedência e divulgado apenas nas mídias sociais a presença de público superou as expectativas. Os organizadores foram a Frente do Vetor Sul, o SOS Nova Lima, a Promutuca e a ECO Jambreiro e receberam o apoio de várias ONGs e associações da região, como o Jardim de Petrópolis, o Vila Castela, o Vale dos Cristais, moradores do Vila da Serra, dentre outros.
A caminhada começou na estrada ao lado da portaria do Ville de Montagne, na MG 030 e subiu em direção ao topo, local de onde foi possível ver de um lado a mata do Jambreiro, toda preservada, e de outro a devastação que cada dia cresce mais no Vale do Sereno.
A partir do ponto em que aconteceu o Abraço, a continuidade da caminhada pelo Vale do Sereno não pode ser realizada em função da resistência do proprietário da Fazenda Rabelo, onde pretende construir o “novo Bairro”, ou seja, o Bellagio. A área estava cercada com arame farpado, porteira de ferro com cadeados e vários “seguranças”, todos uniformizados. Como o nosso movimento é pacífico, não houve qualquer tipo de enfrentamento, mesmo porque várias famílias faziam a caminhada com crianças, algumas até ”de colo”. Concluímos o “abraço” no topo da elevação existente, ao lado da cerca de arame farpado, e fizemos a caminhada de volta ao ponto original.
A justificativa apresentada pelo empreendedor para barrar a passagem é que que a caminhada poderia oferecer um “risco às pessoas, e que ele poderia ser eventualmente responsabilizado” caso isto acontecesse. Se estava tão preocupado com a integridade das pessoas, bastava ser proativo e oferecer meios e condições para um percurso “sem riscos” (se é que algum existia). Ao contrário, colocou arame farpado e guardas. A incoerência fala por si só.
Da mesma forma que as nossas indagações sobre a resistência à realização de audiência pública, estudos ambientais, estudos de vizinhança, tráfego, solução para esgoto, água, etc, estão sem respostas, agora fica mais uma pergunta no ar: por que não permitir uma caminhada ecológica, pacífica, de famílias com crianças, no dia Mundial do Meio Ambiente? Ou será que algo há a ser escondido?

Walmir Braga